Quadro
Quadro
Clique acima para voltar à página anterior.

Respondendo às perguntas mais frequentes

Linha

Protegendo Seu Investimento Contra Corrosão

O presente nível tecnológico do tanque de Solahart é o resultado da evolução de mais de quarenta anos de pesquisa, desenvolvimento e um significativo investimento em técnicas de produção. Os mais variados materiais foram investigados com um objectivo único: produzir um tanque com o mais elevado grau de resistência á corrosão. As duas camadas de esmalte cerâmico, usadas nos tanques Solahart, oferecem a melhor protecção contra a corrosão existente no mercado.
O que é corrosão?

A corrosão é um processo químico, que actua á superfície dos metais sendo a ferrugem o resultado mais comum. Poucos metais resistem á corrosão quando imersos em água, incluindo as formas mais de aço inox. Ouro ou platina não corroem, mas o custo e outras propriedades físicas fazem deles matérias inadequadas para a construção de tanque de água.

O processo corrosivo têm inicio em pontos de soldadura ou em pontos enfraquecidos pelo processo de estampagem. È comum assumir que a água não é corrosiva mas isto não é totalmente verdade sendo, no entanto, aceite que existem águas mais corrosivas que outras. Tanques de armazenagem de água quente não estão imunes á corrosão e o modo mais efectivo de lidar com o problema é proteger o interior do tanque de armazenamento com esmalte cerâmico. (Ver também pergunta nº 005)

Protecção Contra Corrosão

Mas a Solahart dá mais um passo na protecção contra a corrosão com a instalação de um componente de fácil substituível que leva o ímpeto de encaixa todo o ímpeto potencialmente corrosivo que a água possa ter. Usando um componente de metal nu (conhecido como um " ânodo sacrificial") de fácil corrosão, que protege o tanque e outros componentes como a resistência eléctrica.

Esta técnica de protecção contra a corrosão a é utilizada no mundo inteiro onde excitam objectos metálicos imersos em água. Literalmente bilhão de dólares investiram em navios e plataformas marítimas mundo estão protegidos por " ânodo sacrificial", para resistirem às mais severo de climas e corrosão

Com o passar do tempo, o ânodo sacrificial dissolve-se, libertando sal de magnésio, completamente inofensivo, na água. A vida do ânodo varia ( entre 5 a 12 anos ) com a qualidade da água. Alem do ânodo, aço nu é exposto nunca para molhar no sistema. Com alguns dos produtos de Solahart a vida mínima do ânodo estenderá a doze anos.

Poucos metais resistem à corrosão em água,   incluindo o  " aço inox ".

Quadro
As fases da corrosão

1.Forma inicial em cova;

2.Velocidades auto-cataliticas aceleram o processo com a maior concentração e agressividade da solução;

3.Rotura da camada, libertando para o exterior o resultado da corrosão.

" Em certas condições, concentração de cloro por exemplo ou acentuadas fraquezas estruturais, o aço inox é menos resistentes que aço estrutural comum. Ligas de aço inox são mais susceptíveis a corrosão inter-granular, corrosão de tensão estrutural do que os aços comuns".

Extracto de: " Corrosion Engineering" de M G Fontana & N D Greene (McGraw Hill), capítulo seis.

Quadro
Ânodo sacrificial, fixado na perna submersa, de uma plataforma marítima de produção de gás..
Quadro
Instalações marítimas , valorizadas em biliões de dólares , usam ânodos sacrificiais para protecção contra a corrosão.
Quadro
A produção dos tanques Solahart é completamente  automatizada, desde a entrada da chapas de ferro até á colocação do esmalte cerâmico


Linha


Rua das Lagoas,   Campo Raso
2710-142 Sintra - Portugal
Tel. (351)  21  924  3741 - Fax (351)  21  924  3751
Email:   solar@digal.pt